Guaratinga Saúde Ultimas Noticias

GUARATINGA/NOVEMBRO AZUL: UBS do centro promove palestra sobre o câncer de próstata

A Secretaria Municipal de Saúde de Guaratinga, por meio da Unidade Básica de Saúde Centro (Vianão) realizou na manhã desta sexta-feira, 21/11, o dia “D” contra o câncer de próstata. A atividade integra a programação do Novembro Azul, mês em que celebra a importância do cuidado com a saúde dos homens, com o objetivo de despertá-los sobre o câncer de próstata, que tem provocado mortes, e ocasionando preocupação por parte dos órgãos de saúde, que ainda é encarado como “tabu” por parte da sociedade masculina.

O médico clínico geral Dr. Raphael Sanzio foi o palestrante do dia

O evento contou com a participação do médico clínico geral Dr° Raphael Sanzio, que realizou uma palestra explicando tudo sobre o câncer de próstata, os sinais e sintomas, fatores de risco e as medidas de prevenção e detecção precoce. Ainda foi ofertado ao público masculino presente um espaço para cuidados com a aparência, proporcionar o corte de cabelo e barba.

“O foco da campanha é justamente chamar a atenção dos homens para a prevenção do câncer, adotando um estilo de vida saudável com a prática de atividade física e alimentação regular, além da realização dos exames preconizados de acordo a faixa etária”. Afirmou a enfermeira e coordenadora da UBS, Danielle Silva.

UM POUCO SOBRE O CÂNCER DE PRÓSTATA

A próstata faz parte do sistema reprodutivo masculino, é uma glândula masculina, localizada em volta da uretra, acima da bexiga e em frente ao reto do homem.

O seu formato lembra uma pequena maçã. A próstata é a responsável pela produção do sêmen.

De acordo com pesquisas o câncer de próstata geralmente se desenvolve ao longo dos anos, e as células cancerígenas crescem lentamente. Poucos são os casos em que a doença avança em ritmo acelerado e se espalha para o restante do corpo.

Segundo o INCA (Instituto Nacional de Câncer), o câncer de próstata é um dos cânceres que mais afetam os homens brasileiros. No Brasil esse câncer fica atrás somente do câncer de pele não-melanoma, o que causa grande preocupação entre os médicos especialistas.

O risco em desenvolver essa doença infelizmente aumenta com o passar dos anos, e o avanço da idade.

Por: Estevão Silva – Com informações de Danielle Silva

Comentarios

Faça seu Comentario

Publicidade: