Curiosidade Ultimas Noticias

Rede Ricardo Eletro pode ser vendida para companhia nacional

A empresa “Máquina de Vendas”, resultado da fusão entre as varejistas Ricardo Eletro, do empresário Ricardo Nunes, e  Insinuante, de Luiz Carlos Batista, está prestes a ser comprada pelo grupo Starboard, uma companhia brasileira de private equity (que compra participação em empresas) e de reestruturação. A companhia segue como terceira maior varejista do segmento de eletroeletrônicos, atrás da Via Varejo e Magazine Luiza.

Segundo o jornal O Estado de S. Paulo, fontes afirmaram que a Starboard poderá fazer aporte de capital na varejista, que reestruturou recentemente dívidas de R$ 1,5 bilhão. A Máquina de Vendas tem sofrido bastante com a crise econômica, o que acabou por reduzir as 1,2 mil lojas espalhadas pelo país para apenas 650. O faturamento é estimado em cerca de R$ 5,2 bilhões.

Com a conclusão da transação, as participações de Nunes e Batista serão diluídas. Ricardo Nunes tem 55%; Batista, 42,7%; e a família Salfer, outros 2,3%. O total de participação da Starboard no negócio não foi informado.  A empresa foi contratada pela Máquina de Vendas para reestruturar uma dívida de R$ 1,5 bilhão com fornecedores. Está na mesa também a injeção de R$ 500 milhões por meio de aumento de capital.

Procurada, a empresa Máquina de Vendas não quis comentar o assunto.

Por: a tarde

Comentarios

Faça seu Comentario

Publicidade: