CulturaGuaratingaUltimas Noticias

Ator guaratinguense é sucesso na dança, teatro, TV e também nas passarelas

Ele é de Guaratinga, uma cidadezinha de 20 mil habitantes, a 120 quilômetros de Porto Seguro. Mas, à custa do seu talento, muito esforço e dedicação, está conquistando o Brasil e, quiçá, o mundo. O ator Hallily Suzza’h, nascido na pequena cidade de economia rural, está com a carreira em franco crescimento. Aos 28 anos de idade, já estudou na Europa e atualmente mora em São Paulo, onde garante participação em importantes espaços teatrais, passarelas e emissoras de TV.

Desde pequeno, Hallily, que transformou o Souza da certidão de nascimento no Suzza’h artístico, já sabia que gostava de arte. Ele, que saiu de Guaratinga para estudar tem orgulho da cidade onde nasceu, mas foi em Porto Seguro que seus olhos brilharam quando subiu ao palco pela primeira vez, no Centro de Cultura. Hallily Suzza’h está no caminho do sucesso e sabe bem disso.

Em Porto Seguro conheceu o teatro através do diretor Rod Pereira, com quem teve a oportunidade de subir no palco pela primeira vez no musical Mar Morto, de Jorge Amado. Mais tarde, conheceu o diretor Adriano Cutrim, que, segundo ele, foi um dos responsáveis por tudo o que sabe de teatro hoje. “Descobri que eu gostava de atuar quando subi pela primeira vez no palco do Centro de Cultura, há cerca de 10 anos. Foi incrível e veio como um sonho, uma visão. É isso o que eu quero e que eu vou fazer”, conta.

Segundo ele, a arte sempre esteve presente na sua vida desde criança. “Minha mãe me levava para a igreja e lá eu já ia à frente, falava em público, cantava e, na maioria das vezes até sem ensaiar. O próprio pastor falava: ‘cadê o nosso pastorzinho? Vamos chamá-lo para cantar uma música aqui para a gente’. Começou tudo aí”, disse Hallily. Depois surgiu a vontade de estudar e fazer teatro, e as oportunidades de ir para fora do país, onde estudou e se se formou. “Fora isso, tive a grata surpresa de descobrir que também consigo modelar (risos)”.

De Porto para São Paulo

Atualmente mora em São Paulo, onde freqüenta o curso técnico de teatro musical na TeenBroadway, uma das escolas mas renomadas de teatro musical em São Paulo, cuja responsável é  Maísa Tempesta, a primeira brasileira a compor um musical na Broadway, nos Estados Unidos. E está sendo agenciado pela Model Brazil Agency, agência de modelos, que tem parcerias com respeitadas produtoras como a Mesa de Booker e ECM Produções.

Através dessa agência e suas parcerias, o ator, que tem se mostrado polivalente, teve oportunidades em programas como Casos de Família, Domingo Legal e Eliana, no SBT, compondo plateias que têm lhe conferido visibilidade, além de espaço em revistas e desfiles. Outro trabalho de destaque foi desfilar para Josh Lamonaca, cabeleireiro de Londres, que o escolheu pessoalmente entre 30 modelos. O cabeleireiro é quem cuida das madeixas de vários famosos, como Neymar, Cristiano Ronaldo e outros grandes nomes da TV.

Aqui no Brasil contracenou e estudou com atores, diretores e produtores de filmes, séries, novelas em Hollywood, musicais da Broadway e de novelas na Rede Globo, como o vilão Sebastião Quirino, na novela Novo Mundo, da Rede Globo. “Tive o prazer de ter uma oficina com ele e a honra de ser convidado por ele para maquiá-lo quando ele estava fazendo a Greta Garbo. Foi uma experiência divina.”

Vida de artista

Mesmo com tantos compromissos, o ator mantém contato e bom relacionamento com a família. A mãe, Júlia dos Santos, mora em Camaçari e o pai, Israel, em Serra/ES. “Meus pais me apoiam em tudo o que eu faço com relação ao teatro”. Hallily diz que a vida de um ator exige muita ralação. “Como toda pessoa que escolhe a arte, seja cantando, atuando, modelando, dançando, é arriscado. Já passei alguns perrengues de aceitação, de entendimento.”

Quando fez a escolha, alguns familiares perguntavam a ele com iria trabalhar. “Não sabem como é difícil ser ator. Tem que estudar muito para conseguir trazer no palco algo que convença quem está assistindo. É muita dedicação, estudo, leitura, muito conhecimento. Isso requer tempo, dinheiro, disponibilidade.”

Uma situação bem desafiadora foi quando ganhou a bolsa de estudos de teatro, para estudar em Torino, na Itália. “Uma cultura totalmente diferente, e eu, estrangeiro lá, estudando, não podia trabalhar direito, porque o visto não me permitia trabalho integral. Então eu tive que me virar como pude. Lavei prato, cuidei de casa, de criança, de cachorro. Fiz de tudo um pouco para sobreviver. Mas nunca passei necessidade. Quem escolhe fazer qualquer coisa voltada à arte sabe que tem essas dificuldades.”

Atualmente Suzza’h faz parte da montagem de um musical para o final do ano, com Juliana Pezzi, professora de balé e diretora. Ele busca reconhecimento, um personagem e espaço nas redes de TV. “É o sonho de todo ator”. E continuar trabalhando com musical. “Posso juntar canto, dança e interpretação, que são coisas que eu amo fazer e estudei para isso”.

No coração, o jovem tem muito amor pelo que faz e gratidão a Deus pelas oportunidades: “Tudo que faço na minha vida, primeiro pergunto a Deus. Falo com Ele, acredite quem quiser, Ele sempre me responde. O crescimento e reconhecimento são confirmação de Deus, que é fundamental na minha vida e na minha trajetória.”

 

Por: jornaldosol

Comentarios

Faça seu Comentario