EducaçãoGuaratingaUltimas Noticias

GUARATINGA: Muitos foram chamados, mas poucos compareceram na audiência publica dos professores

GUARATINGA – Como ação da pauta de luta da classe dos professores que se encontravam em greve há três dias, no município de Guaratinga, e mesmo já tendo ciência da Liminar Judicial que suspendeu a greve dos profissionais em educação, a APLB Sindicato Núcleo Garça Branca, realizou na tarde desta quarta-feira (13), uma audiência publica em que foram convidadas diversas autoridades, que poderiam se empenhar em beneficio de uma resolução da problemática, que assola a educação do município de Guaratinga, no entanto poucos interessados compareceram. Dentre os faltosos, o prefeito Kenoel Viana (PV) e o Secretário Municipal de Educação, o Sr° Paulo Galdino Mares, não justificaram ausência e nem  mandaram representações.

Fotos: Estevão Silva
O Pastor Pablo Carvalho (CAE) e os vereadores Gelson Almeida e Mizael Gregório foram os únicos convidados que compareceram na audiência 

Os convocados para a audiência foram: Gestor Municipal de Guaratinga – Sr. Kenoel Cerqueira Viana, Secretário Municipal de Educação – Sr. Paulo Galdino Mares, Secretário de Administração – Sr. Raimundo Matos, Controlador Interno – Sr. Disraele Luppi Batista, Tesoureira Municipal – Srª. Iran Souza, Comissão de Educação da Câmara, Assessor Jurídico – Sr. Rafael Rodrigues, Presidente do Conselho de FUNDEB – Sr.ª Jordeci Alves, Presidente do Conselho Municipal de Educação – Srª. Eneyda Moura, Presidente do Conselho da Alimentação Escolar (CAE) – Pablo Carvalho. Diante de tantos que poderiam está interessados apenas compareceram na audiência com os professores, os vereadores Gelson Almeida (PRB) e Mizael Gregório (PV), além da presença do presidente do CAE. Os demais convocados que não compareceram também não justificaram ausência.

A audiência teve inicio por volta das 16:00h e logo de inicio os professores deliberaram pelo cumprimento da Liminar Judicial, sendo assim, as atividades letivas voltaram a normalidade nesta quinta-feira (14). De acordo com o coordenador sindical em exercício Nicanor Filho, nos próximos dias, a Decisão Judicial será respondida pelo Jurídico da APLB.

No decorrer da audiência, os dois vereadores responderam as perguntas dos professores e tiraram duvidas quanto à função do legislativo, além de garantirem a parceria na fiscalização e resolução deste problema. O presidente do CAE, Pastor Pablo se manifestou contrario as afirmações em Nota de Esclarecimento da secretaria municipal de educação, a qual afirma total regularidade na distribuição da merenda escola. Segundo o Pastor, desde de que o novo conselho tomou posse, vem enfrentado dificuldades de informações, além de constatar a instabilidade na distribuição da merenda nas escolas impedindo de seguir corretamente o cardápio da merenda aos alunos. Ainda de acordo com o presidente, o Conselho da Merenda Escolar estará protocolando denuncia no Ministério Público Estadual e Federal por conta de irregularidades na merenda escolar do município de Guaratinga.

Para os Sindicalistas, a ausência sem as devidas justificativas por parte do Prefeito Kenoel Viana e do secretário Paulo Galdino, só deixa transparecer o desinteresse e a falta de compromisso com a educação no município de Guaratinga, uma vez em que os dois não vem cumprindo com os acordos firmados com a categoria. Quanto aos Conselhos competentes que não compareceram a audiência, os professores estarão criando uma comissão para apurar omissão dos mesmos e posteriormente denuncia-los ao Ministério Publico.

Após um logo debate, os professores encerraram a audiência prometendo marcar uma nova audiência pública entre professores Juiz de Direito e Promotoria Pública. Ainda ficou marcada para a próxima segunda-feira (18), a realização de uma nova reunião entres os filiados da APLB, onde serão tomadas novas decisões quanto à pauta de luta dos professores.

Por: Estevão Silva – guarananet.com

Comentarios

Faça seu Comentario